07 julho 2011

"Anormalidade" em pessoa

endearingly yours♥ - Polyvore
In disbelief you'll see so clearly.
You, me, and this | Flickr – Compartilhamento de fotos!

Há uns tempos tive uma "discussão" com a minha mãe. Bem, não foi bem uma discussão. Foi uma troca de pontos de vista, e incrivelmente, estávamos as duas do mesmo lado. Dirige-me à minha mãe dizendo que não devia de ser uma pessoa normal, a tipíca adolescente, a viver a vida à flor da pele. E de facto não sou mesmo. A minha personalidade desencontra-se com o protótipo de rapariga com saídas à noite todas as sextas feiras, com a rapariga que gasta horas no facebook ou enfiada num shopping às compras. Cheguei pois à conclusão que não sou normal. E adoro não o ser, sinceramente! O que é que essa gente ganha em ser assim? Muito pouco, penso eu. Mas ao contrário das pessoas normais, eu sendo "anormal", ganho muito mais. Ganho poucos amigos que valem por muitos, ganho uma ou outra saída que valem por muitas (acreditem, MUITAS mesmo!), ganho este espaço maravilhoso que tenho, e onde ninguém me chateia, pois sou livre de escrever o que penso. Gosto de reggae, mas não tenho necessidade de fumar nada para o sentir melhor, não tenho necessidade de fazer essas coisas para me afirmar ou para que os outros me passem a admirar.
No fim de toda esta conversa a minha mãe só me disse: tu não és "anormal" filha, tu tens é personalidade, coisa que falta a muita gente infelizmente, e eu tenho muito orgulho na pessoa que és.
Com esta conversa, fiquei com a lágrima ao canto do olho e com a certeza de ser uma excelente pessoa. E o que os outros pensam, não me interessa! 

22 comentários:

joanaf disse...

Espero que tenhas razão, obrigada :) Adorei *

Mariana ;) disse...

de nada ! (amo as imagens ;b)

joanaf disse...

Mas eu tenho medo de ganhar demasiada esperança.

Filipa Amaral disse...

Adoro as ftgs :o
gosto imenso, beijinho :*

inês disse...

obrigadaaaa, eu também adoro o Peter Pan :p

Bloguista disse...

Fazes bem :)

Daniela. disse...

Muito obrigado pelo comentário e opinião, minha querida. Aproveito, ainda, para te dizer que é uma vantagem não seres como a típica adolescente da actualidade. A histeria e a fome de novas amizades perdidas não são, de todo, pontos favoráveis à raça humana. Arrisco a dizer que a adolescência é a idade mais estúpida do ser humano, hum!

joanaf disse...

Primeiro tenho que recuperar o coração.

Paulo Nunes disse...

Olá, só por causa deste POST vou seguir o teu Blog. Eu tambem sou assim e sempre fui! Sou diferente do normal. não vou com as massas e sempre detestei a maria e o zé que fazem a mesma coisa que a jusefina e o alberto só porque é moda :) Parabens por seres assim. continua :)

Filipa Amaral disse...

de nada :)

Niqui disse...

que bonito *.*`
a tua mãe tem toda a razão :)

Niqui disse...

:)

joanaf disse...

Obrigada princesa :)

ballet dancers disse...

Disse tudo!Adorei!

angélica disse...

gostei*

Sílvia Sampaio. disse...

adorei *.* concordo com a tua mãe, não és anormal e pensas de uma maneira bastante correcta. isto mostrou que não és influenciavel, como a maioria dos adolescentes hoje em dia.

guida * disse...

é tão bom desobedecer aos parâmetros do dito normal na nossa sociedade :)

F disse...

É muito bom ouvir e saber o que ali escreveste no meu espaço. Obrigada. E estarei sempre aqui, para continuar a dar-te essas palavras que certas, para o texto certo. E quanto a este, gostei imenso. Muitos beijinhos, fico à espera pelo proximo.

MariinaSóff disse...

sentimentos sao sentimentos *.*

Bárbara disse...

Mas é uma sensação fantástica :)

Sílvia Sampaio. disse...

sim, de facto é muito bom criarmos a nossa personalidade ser sermos influenciados pelos outros :) beijinho*

AMiudaDoPuffLaranja disse...

Este texto podia ter sido escrito por mim :)