27 setembro 2011

começar











O vento batia-lhe na cara como se de uma tempestade se tratasse. Mas a tempestade não era exterior, era interior. Para que lado te queres virar, afinal? Para o lado da razão, ou do coração? Queres enganar quem com este teu jogo? Só a ti Marta, parece que nada do que te ensinei resultou.
Estás farta dos meus métodos? Já somos duas.
Faz o que te apetece, então. O tempo é demasiado curto para te perderes em juízos morais. Falo por experiência própria, já não suporto ouvir este bichinho cá dentro a dizer: começa a viver!
É disso que estou a falar: começar, não continuar a viver.

12 comentários:

Tiago Mendes disse...

Nunca é tarde para começar a viver a vida :)

Tottitas disse...

Gostei e identifico-me muito mesmo <3

mary disse...

oh obrigada marta:) e não faz mal, vai tentando.
beijinhos*

inês disse...

pelos visto muitas pessoas se identificam :s

Pantoufle disse...

Já chega saber que vais passando por lá :) Quanto ao teu post, obriga-te a começar a viver. Quanto mais adiares por causa dos tais métodos, mais bichinhos desses terás a gritarem-te. :)

Cristiana Lourenço disse...

força*
está muito bonito

M. disse...

Por vezes temos mesmo que (re)começar!!

Niqui disse...

Tens toda a razão (:
Força *

Corina de Oliveira disse...

Começar a viver e não apenas sobreviver :) lindo!

Sara Pereira disse...

adoro e espero bem que comeces a viver! força*

Bruna disse...

Saber viver, aprender a viver... Conhecer o sabor da vida. Termos uma vida, somos a vida. Não há nada melhor que estarmos vivas. Não há nada melhor, respirar o ar fresco logo de manhã e enfrentar o proximo, mais um caminho, que temos pela frente. Não há nada melhor que, sentirmos a ansiadade e a curiosidade do nosso futuro. Por mais dificil, por mais complicado, por mais razões negativas, motivos negativos, escolhas e caminhos... A vida é assim: como não sonhamos, como não pensamos, como não desejamos. Dificil, complicada e por vezes, uma desilução. Mas se não existisse isso, que saboderia tinhamos nós da vida? Que força de vontade tinhamos nós de viver? Querida Martinha, o negativo por vezes é nosso positivo! Vive sempre sempre sempre!! Não pares para começar tudo de novo. Se não tiver que ser... UM BEIJO GRANDE*

Tottitas disse...

<3