27 dezembro 2012


Este Natal foi relativamente diferente. Pela primeira vez, em 18 anos, o Natal não foi cá em casa, mas sim em casa da minha irmã e do meu cunhado. Foi muito bem passado, com óptimos momentos em família, que, infelizmente, este ano, ficou novamente reduzida.
À parte dessas tristezas, o Pai Natal continuou generoso. Apesar de toda a crise, fiquei bastante surpreendida com a quantidade de prendas que recebi, entre as quais dois casacos, um livro, dois cd's, maquilhagem, umas calças, um pijama, dinheirinho, cuecas e meias, umas botas, um cachecol e uma camisola. Com tanta coisa, já se fazia uma boa quantia na feira! (ou não)
Estamos a uma semana do início do 2º período, e a verdade é que eu precisava de mais umas semaninhas de férias. Estas têm sabido a pouco, sempre com algo para fazer, ora compras, ora aulas de condução ou prendas por entregar. Hoje vou partir novamente para o meu refúgio para poder descansar de todo o rodopio do Natal. Vou aproveitar para pôr a leitura em dia, com o Memorial do Convento (muito sugestivo!) e adiantar já umas quantas coisas para a próxima etapa.
Ah, e acerca do ano novo, pois que surgiram um problemas com a casa que eu e os meus amigos iamos alugar em Sintra. Ao que parece, o senhor era vigarista e quês, já não se pode contar com ninguém! E em conclusão, temos uma Passagem de Ano um pouco estragada, com um suposto jantar e uma saída ao Urban. A minha vontade neste momento é de deitar-me e passar a meia noite a dormir. Acho que é a melhor das hipóteses..

3 comentários:

Bruna Silva disse...

gostei muito do teu texto. a música é um mimo :b

Daisy disse...

oh de nada, linda.

Phillipa disse...

Parece que os planos para as passagens de ano este ano estão a correr mal, não somos as únicas!
Visita-me: http://fiifashionblog.blogspot.pt/