20 junho 2014



Na segunda o dia foi péssimo péssimo! 2 horas dormidas (mal dormidas!), um trabalho da faculdade a rolar toda a noite, entre excel e chat do facebook, com as restantes colegas; uma apresentação, a pior que já fiz, com vontade imensa de me enfiar num buraco; deixar a colega a trabalhar sozinha na faculdade, quando faltavam duas horas e pouco para a hora limite de entrega do trabalho; ir a correr para Sintra ter com a mãe para pegar no carro e ir para S. Julião, a tempo de ver a segunda parte do jogo de Portugal; pegar no carro e perceber que logo ali, a sair do estacionamento, tinha um furo no pneu do meu Twingo, a segunda vez que pegava no carro; stressar ao telefone por a S. estar sozinha a acabar o trabalho e eu, a prometer-lhe ajudar através do chat e com um pneu furado, sem sair do mesmo sítio; trocarem-me o pneu, gente simpática ainda existe; chegar a casa; a S. a ligar em modo "toda a tremer" porque tinha conseguido entregar o trabalho até às 18h (incompleto, mas entregue!); ver Portugal perder, 4-0, a sério piquenos? Não desanimem, continuo a acreditar em vocês, até acho que fizeram de propósito, o meu dia já estava tão mau e vocês ainda foram solidários comigo; deitar às 21h e pensar "amanhã é outro dia". E foi mesmo!
Hoje é sexta, ontem foi oficialmente o meu primeiro dia de praia, uma corzita na pele e dias mais calmos a chegarem. 

Continua a ser este ritmo que nos move, que me move, que faz os dias valerem a pena, mesmo quando achamos que o mundo está contra nós.

3 comentários:

Helena disse...

Bem verdade :)

Sara Filipa disse...

De nada :)
ohxxx, shimmm querida !
Andava cheia de vontade mas fiquei doentinha e depois esta fase de exames.. Tentarei andar mais presente :)

Isy disse...

Existem dias maus, mas o importante é que a semana depois acabou bem!

Bjxxx