08 dezembro 2010

Memories

Estes últimos dias não têm sido fáceis. Ando com vertigens só de pensar na mudança de quase 360º que a minha vida vai levar.
Há um dia que andava ansiosa para abrir a minha caixa de emails e ver se tinha recebido algum email da minha professora de Português. Em 11 anos de escola nunca tive professora como ela e essa é uma das muitas coisas que me vai custar quando, a partir de amanhã, tiver uma nova "família" na escola.
Voltando ao email, esse acabou por chegar, e com ele chegaram também duas lágrimas a cair-me pela cara.
Porquê? Porque que é que a vida tem de ser tão injusta? Porque é que não podemos simplesmente ficar crianças, passar horas e horas a brincar, sem problemas com que nos preocuparmos, sempre com um sorriso na cara e uma gargalhada pronta a ser disparada quando vamos ao circo e o palhaço por mais tolo que seja, faz nos rir?
Gostava de encontrar a resposta a todas estas perguntas, mas talvez fosse uma procura sem sucesso.
No entanto, por muito que me custe ter de deixar os meus amigos e professores, sei que é o melhor para mim.

A todos vocês, um muito obrigado, do fundo do coração. Serão sempre como irmãos para mim.

*Inês Almeida, Margarida Rosa, Sofia Monteiro, Cátia Domingues, Ricardo Vieira, Miguel Duarte, João Coroa, Bernardo Sousa, João Lameiras, Filipe Mendes, André Martins, Andreia Neves*




1 comentário:

Paulo Nunes disse...

Bom estive a ler o teu blog mais a fundo...e deparei-me com esta pérola!!! A tua vida vai dar uma volta de 360º??? quer dizer que vais ficar na mesma? hahaha :)
Eu percebo.... foram os nervos.. eu sei.. estavas com dor de cabeça.. o cão a morder as canelas... um teste para estudar.. e escapou-te essa :)
Vou-te dar uma pista para a solução.. basta só dividir por dois.... :))))