08 setembro 2012


Eu sei que na maioria das vezes, a culpa é minha. A minha personalidade, a minha maldita maneira de ser. Mas sou o que sou, não o que tu queres que eu seja. Às vezes preciso de dias assim, sozinha, isolada do que é realmente importante. Chama-se aprender a dar valor.

Sem comentários: