11 fevereiro 2013


Deixei-me de mariquices e palavras de sofrimento.  Ninguém vem viver esta vida por mim. As escolhas são minhas, o erro é meu, o coração magoado também. E enquanto eu for feliz assim, serei, à minha maneira,. Não tenho que lhe pôr defeitos pelos outros. Tenho sim que ter uma opinião sobre ele, do que de melhor e pior ele tem. Chama-se amor. Sabermos apreciar as qualidades, mas apontar também os defeitos. E eu não os tento mudar. Apenas mostro-lhe formas mais simples de viver a vida. Sem merdas que nos façam duvidar se o nosso lugar é mesmo aqui. Não somos Romeu e Julieta para tornar este amor trágico. Vamos sobreviver os dois. Juntos ou não. As promessas são para se cumprir. E os sonhos também. O meu e o teu. O nosso sonho.

p.s: fazes-me feliz pequeno rapaz

4 comentários:

Daisy disse...

beautiful! gostei muito *

Daisy disse...

ora essa, não tens nada que agradecer :)

Sara Louro disse...

adoro *

Joanamargarida disse...

Está realmente muito bom ;)