15 maio 2014

Manter os olhos abertos


Dias que começam com uma lentidão fora do normal. Manhãs que não são as minhas, em que os olhos insistem em fechar, em que insisto perder-me novamente num sono profundo. Diz-se que quando temos problemas ou assuntos a tratar, dificilmente conseguimos dormir sem deixar tudo resolvido. Também era assim, mas também mudei. São muitas as horas que passo acordada e poucas as horas que passo a dormir. Um enorme contraste que me deixa de rastos e dificulta o dia.
E o humor.
Um sono descomunal que insiste em instalar-se em mim nas últimas manhãs, um cansaço e olheiras de quem pede "apenas" mais umas horas de sono.
Um botão de stop a este primeiro ano de faculdade e um play apenas quando me sentisse renovada. Uma questão de força, especialmente para hoje.
Falta muito até à cama?

3 comentários:

Maria Alves disse...

Sei como te sentes...
Há-de passar. Força.
Beijinho *

Marisa Costa disse...

Como eu te compreendo :o

Helena disse...

Oh tens de tirar uns dias para ti para relaxares :/