08 julho 2014


Nem sempre estou segura de mim. Muitas vezes a minha confiança atinge o fundo, bem fundo, e é nessas alturas que acho que não nasci para nada, literalmente.
É estranho, sempre soube o que queria para mim e as capacidades que me levariam a alcançar os meus objectivos.
Ultimamente, a vontade escapou-me.
Acho que lá no fundo, não tenho perfil ou qualquer força para erguer o meu sonho, este sonho que se afastou de mim o ano passado, mas que este ano pode concretizar-se.
Poder não é querer, como se diz muitas vezes. Às vezes é preciso uma dose de sorte à mistura, para que as estrelas se alinhem e os sonhos se concretizem.
Estou apenas à espera da minha oportunidade.

1 comentário:

Samara disse...

Eu estou à espera que o meu mundo acabe, porque sinceramente ando tão cansada de tudo, cada dia é uma obrigação